Estufa em container

Gostou? compartilhe!

Estufa em container

Aqui no blog da Compass, frequentemente mostramos opções diversas de uso dos containers, o que demonstra a versatilidade deste material. Boa parte do que apresentamos são inovações que possibilitam o uso destas caixas de metal na construção civil.

Mas você sabia que atualmente essa opção tão sustentável vem se reinventando e provando que é possível se preocupar com o meio ambiente e ainda ter retorno financeiro? Já ouviu falar do CropBox? Ficou curioso, não é? Continue lendo e saiba tudo sobre o assunto!

O que é o CropBox?

Trata-se de uma empresa nos Estados Unidos que cultiva plantas diversas em containers. Curioso não? Parece algo meio estranho, se pensarmos na estrutura que essas caixas de metal possuem. Externamente não são feitas grandes mudanças, o que significa que um container CropBox continua a se parecer com qualquer container, sem receber grandes alterações estruturais.

O diferencial está na forma como ele sofre adaptações internamente para funcionar como uma estufa, ou seja, um espaço onde é possível controlar a temperatura ambiente, considerando o que se queira produzir/plantar ali.

Tudo isso começou no ano de 2008, com Burl Williamson, que inovou com este tipo de iniciativa, revolucionando o cultivo de tabaco nos Estados Unidos. Atualmente o filho dele mais uma vez inova, estendendo a descoberta a plantas diversas.

Como funciona uma estufa em container?

Como dissemos, ela é totalmente adaptada para cultivar de maneira hidropônica. Isso significa que usa água em vez de terra e, graças a sua estrutura, consegue economizar nesse sentido também.

São necessários aproximadamente 200 litros de água gerenciados de forma inteligente, os quais são reaproveitados dentro desse mesmo sistema. E, se você acha que isso é muito, saiba que é aproximadamente 90% menos do que se costuma gastar cultivando as plantas de forma tradicional.

O interessante é que, com o uso da tecnologia, não apenas se controla o nível de luz e de água que as plantas recebem, mas é possível também medir a temperatura do ambiente, os níveis de CO2 e até o PH da água, tudo isso usando um smartphone. Com uma câmera, você não apenas pode acompanhar e gerenciar todo o processo a distância, mas também ter imagens do local.

E, se a temperatura externa mudar, podendo ocasionar transformações no ambiente da estufa em container, há sensores que fazem o ajuste lá dentro rapidamente, mantendo tudo em ordem com o cultivo das plantas. Moderno, não?

E quais são as vantagens?

Pensando em para quem você venderia esses alimentos, saiba que o mercado de orgânicos só cresce: cada vez mais pessoas buscam verduras e legumes cultivados sem agrotóxicos. Inclusive, elas sabem que os orgânicos costumam ser mais caros em comparação aos demais, mas estão dispostas a pagar por isso.

E, pensando no processo de plantio, ainda há outras vantagens como uma redução significativa no uso de fertilizantes, já que se usa pouquíssima terra no processo. Pesticidas nem pensar, pois, como se tem controle das condições de plantio, é desnecessário considerar as pestes neste caso.

A gente poderia continuar aqui falando um mundo de coisas sobre este assunto, pois há muito o que dizer e diversas outras vantagens a enumerar. Está interessado em saber quanto custa um container adaptado para o cultivo de plantas? Fale com a Compass agora mesmo e obtenha esta e muitas outras informações!



Gostou? compartilhe!

Whatsapp COMPASS Whatsapp COMPASS